Translate

quinta-feira, 28 de junho de 2018

IDENTIFICANDO O CHUPIM E O CHUPIM AZEVICHE.

CHUPIM  Vs.  CHUPIM AZEVICHE


















Molothrus rufoaxillaris, o Chupim azeviche, fotografado em Sobreiro, Laranja da Terra, 27-6-18.




Chupins são aves da família ICTERIDAE, de cor preta e que apreciam viver em comunidade, algumas vezes numerosas. São aves campestres, das abertas, que vivem em fazendas, sítios e lugares habitados. Possuem uma vasta distribuição e as duas espécies, o Chupim, Molothrus bonariensis e o Chupim-azeviche Molothrus rufoaxillaris são bastante parecidas. Não é fácil identifica-las no campo. A maneira segura, com certeza, é apenas a vocalização, bastante diferente entre as espécies. São onívoros, apreciando grãos, insetos, larvas, minhocas e gostam de revirar estrume do gado nas fazendas à cata de animalejos das fezes desses animais.

Outro detalhe que dificulta bastante sua identificação são seus hábitos muito similares. A plumagem é quase idêntica, apresentando detalhes pontuais onde o observador muitíssimo atento poderá ver as diferenças. Porém, no campo, o observador terá enormes dificuldades para separar  os dois, se não houver vocalização. Recentemente, uma nova revisão de nomes populares feita pelo CBRO chegou à conclusão que os nomes das duas espécies deveria ser atualizado. O que era “vira-bosta”, virou “Chupim”, e o “vira-bosta-picumã” virou o “Chupim-azeviche”!


Pode-se dizer que o M. bonariensis, o Chupim, é ave muito mais comum. Forma bandos numerosos na zona rural. Entre esses bandos, muitas vezes, alguns indivíduos do Azeviche se infiltram. Porém, repetimos, é muito difícil separa-los. Outra característica comum aos dois, é o fato de ambos serem notórios parasitas! Sempre confiam a outras aves a tarefa de criar seus filhotes! E a incrível  capacidade de variar o aspecto de seus  ovos é também outra característica notável da evolução dessas aves parasitas. Os ovos podem ser brancos, pintados, verdes, vermelhos, etc.
Recentemente, registramos na localidade de Sobreiro essas duas aves. Abaixo, o link da gravação da voz do Chupim Azeviche:

Em termos de comparação quanto à plumagem dos dois parasitas, temos as seguintes diferenças sutis:          O Azeviche é um pouco maior. Sua plumagem não possui os tons azulados do Chupim comum. Possui cauda um pouco mais longa e bico mais curto.

Portanto, quando estamos no birding no campo, a maneira mais segura de identifica-los, é mesmo a vocalização.



Individuo macho de Chupim, Molothrus bonariensis. Pode ser observado, o tamanho menor e sua plumagem com o brilho azulado que falta ao M. rufoaxillaris.












Também pode ser observado que os demais caracteres citados como diferenciais entre as duas espécies, o tamanho do bico e da cauda, podem ser verificados quando se compara as duas fotos. Lembramos, porém, que na atividade de observador de aves, não possuímos tempo ( a ave muitas vezes não permite, não nos concede esse tempo!) e nem condições de se fazer essas comparações  in loco, no momento do registro.
Então, ficamos no campo com os dois diferencias mais visíveis: o colorido da plumagem e o tamanho. e, por ultimo, a vocalização das duas espécies, que conforme lembramos, é muito diferente.

Para finalizar, vamos lembrar que as duas espécies praticamente convivem no Brasil inteiro! Apenas o Azeviche não ocorre nos estados amazônicos. Então, essas comparações podem ocorrer em quase todo o Brasil.

Agradecemos aos amigos e amigas que nos visitam!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita e comentário!