Translate

sábado, 19 de novembro de 2022

O Anambezinho, Iodopleura pipra, faz mais de uma postura por ano?

 Em setembro p.p., fizemos uma postagem aqui nesse blog informando sobre a Nidificação do anambezinho, vide: mensagem intitulada "A nidificação do Anambezinho, Iodopleura pipra" fizemos algumas observações sobre o casal de Anambezinho que localizamos nidificando na estrada marginal à Reserva de Duas Bocas, aqui neste estado do Espírito Santo. Essa ave, tempos atrás era tida como rara e até mesmo ameaçada!

A informação corrente, de que a espécie choca apenas um ovo, nascendo um único filhote em cada postura já foi por diversas vezes verificada e confirmada.

Porém, ainda não sabíamos que essa pequena avezinha (9,5 cm) pode fazer mais de uma postura por período reprodutivo, e, mais que isso, pode se aproveitar do mesmo ninho usado na postura anterior!

Foi o que observamos ontem, dia 18 de novembro de 2022, no mesmo local, na estrada marginal a Duas Bocas em Cariacica.

A ave ao lado do filhote. Observar que a árvore hospedeira, que em setembro estava despida de folhas, agora, com as chuvas da primavera, encontra-se verdejante.















o local do ninho, na curva do galho, onde o filhote já está instalado e bem visível.










 A mãe, cuidadosa próxima ao filhote.






















cuidados parentais,


















Alimentando o "júnior"!












































A ave, ao pousar em galho próximo ao ninho!



















Acreditamos que a observação de aves pode ajudar como auxiliar na compreensão e esclarecimento de muitas coisas a respeito de nossas aves! Essa postagem, tem essa finalidade, contribuir mesmo que de forma humilde, para se conhecer algo mais sobre o comportamento e nidificação do anambezinho!

Agradecemos a todas as pessoas que nos honram com suas visitas!!

Um comentário:

  1. Espetacular registro e ótimo percepção da possibilidade de mais filhotes no mesmo ano e no mesmo local. Parabéns, Silvério! Informações importantes para a comunidade científica. Ciência Cidadã!

    ResponderExcluir

Muito obrigado pela visita e comentário!