Translate

domingo, 11 de fevereiro de 2018

FOTOS DE AVES FEITAS POR MINHA ESPOSA!

A palavra "homenagem" deriva da palavra homem, e portanto quando vamos parabenizar uma mulher, poderia soar como algo meio machista! O certo poderia ser "Mulhernagem" para render homenagens a uma mulher!

Mas, deixando de lado essas questões semânticas, a homenageada é Aninha Delboni, minha esposa e companheira de quase todas minhas passarinhadas relatadas aqui neste pequeno espaço. Pode se perceber a sensibilidade e extremo cuidado e capricho em suas fotos! Escolhi algumas e partilho com minhas amigas e amigos que nos visitam!
























Aninha adora essa foto acima! Um casal de carcarás Caracara plancus namorando!


A fêmea do cabeça branca Dixiphia pipra flagrado com uma frutinha do bico.















A Saíra de sete cores Tangara seledon em toda beleza de sua plumagem multicolorida.















O Gavião caramujeiro Rosthramus sociabilis fotografado pela Aninha com um caramujo no bico.













O Narcejão Gallinago undulata fotografado em um pântano em Sobreiro á noite.











 Essa foi no Pantanal de Mato Grosso, a Batuíra-de-esporão Vanellus cayanus.

















A fêmea do Beija flor Rubi Heliodoxa rubricauda.
















No Pantanal, nas margens do Rio Cuiabá, Aninha fotografou essa fêmea do Biguatinga Anhinga anhinga secando-se ao sol.











Uma choca barrada Thamnophilus doliatus.




















A Cigarra verdadeira Sporophila falcirostris é uma espécie ameaçada de extinção, rara, e que se alimenta das infrutescências do Taquarussu. Essa foto é de uma fêmea. Observar o formato da mandibula dessa ave, especializada para triturar sementes duras.









O Cochicho Anumbius annumbi. Foto tirada na estrada de acesso ao Pico da Bandeira em Pedra Menina-ES.












O Beija flor de fronte violeta Thalurania glaucopis é belíssimo com suas cores iridescentes.

















A Garrincha chorona, Asthenes moreirae é uma espécie habitante dos altos cumes das serras do sudeste do Brasil. Espécie endêmica somente encontrada nessa região.

Essa aí foi fotografada por Aninha nos campos de altitude da Serra do Caparaó a 2.000m. de altitude.









Esse grande gavião é o Gavião-caboclo Heterospizias meridionalis e foi fotografado na estrada que dá acesso ao Pico da Bandeira.




Esse Gavião-pombo pequeno, Amadonastur lacernulatus é considerado como ameaçado e é endêmico do leste do Brasil. Ana fotografou-o nas matas da Reserva de Duas Bocas, próximas a Vitória.










O Guaxe Cacicus haemorrhous é um icterídeo belíssimo. Dos Icterídeos florestais do leste do Brasil é este o mais comum. Esse individuo ao lado foi fotografado por Ana na Reserva da Vale em Linhares.









O Arapaçu-beija flor Campylorhamphus trochilirostris é um dos arapaçus mais interessantes, graças a seu enorme bico curvo que tem uma enorme utilidade: propicia à ave inspecionar os buracos dos troncos à procura dos insetos de que se alimenta.
Esse Aninha fotografou no Pantanal de Mato Grosso.










No pantanal, ela pode fazer essa linda foto da Arara azul grande, Anodorhynchus hyacinthinus.

Sua população tem aumentado afastando um pouco a ameaça de extinção.









Essa foto, toda "personalizada", Aninha conseguiu fazer na estrada marginal da Reserva de Duas Bocas. Trata-se do famoso Gavião-pega-macaco Spizaetus tyrannus, grande águia florestal habitante da mata atlântica, Amazônia e biomas associados. Não está ameaçado de extinção.








Esse meigo Inhambu-chororó, Crypturellus parvirostris, foi fotografado em Sobreiro. Na ocasião, a ave veio atraída pelo canto de sua voz em um gravador e chegou, literalmente, aos pés de Aninha!









Essa foto do Ferreirinho-relógio, Todirostrum cinereum em Sobreiro e mostra a ave chegando a seu ninho suspenso.
















Essa belíssima ave é o Petrim, Synallaxis frontalis, e foi fotografado em Sobreiro. Esse nome Petrim advém de seu canto: petrim..petrim...petrim











Esse grande Icterídeo é a Iraúna-grande Molothrus  oryzivorus e foi fotografado no Pantanal. Trata-se de ave que parasita os ninhos de Guaxes, Japus e Xexéus.













A Chincoã-pequena, Coccycua minuta foi fotografada em uma cerca no Pantanal.
















Brotogeris chiriri é o Periquito de encontro amarelo e essa linda composição foi feita por Aninha no Pantanal.

Essa árvore, chamada de ipê-roxo no Leste do Brasil, é conhecido como Piúva n o pantanal e as aves se alimentam de suas flores.






Outra belíssima ave do Pantanal que aprecia as flores da Piúva, o Cujubi Aburria cujubi é um cracídeo de bom tamanho e continua sendo comum no pantanal.











Essa grande coruja é a Jacurutu Bubo virginianus é um grande predador da região do pantanal. Esse individuo foi fotografado próximo ao Hotel SESC do pantanal.









O João-Bobo Nystalus chacuru é uma ave muito graciosa, esse individuo foi fotografado nos campos de altitude do Pico da Bandeira.














No pantanal, Aninha fez essa foto do Talha-mar Rhynchops niger.









E finalizando, uma foto do Tucano de bico verde Ramphastos dicolorus:


Foi nas proximidades do Pico da Bandeira. Esse Tucano é comum no ES nas regiões serranas acima dos 800 m. de altitude.













OBRIGADO AOS AMIGOS E AMIGAS  PELA VISITA A ESSA HOMENAGEM A MINHA ESPOSA!!

Durante uma das visitas ao Parque Nacional de Caparaó, em Pedra Menina-ES.














Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela visita e comentário!